Doenças da Próstata - IUN - Instituto de Urologia e Nefrologia

17 4009-9191
Rua Voluntários de São Paulo, 3826
São José do Rio Preto / SP

Dicas de saúde

Doenças da Próstata

Muitas doenças masculinas surgem com a idade. Elas prejudicam a vida dos homens e podem causar sérios danos quando não recebem acompanhamento médico. Em muitos casos, o tratamento é simples e eficaz.  Mas ainda existe uma grande resistência, por parte deles, em relação a consultas médicas e a exames preventivos. Mudar esse comportamento é o principal objetivo do urologista.

A próstata é um órgão masculino relacionado ao ato de urinar e a ejaculação. A Hiperplasia Benigna da Próstata (HPB), popularmente conhecida como “inchaço da próstata”, e o câncer de próstata são as doenças mais comuns desse órgão e costumam aparecer a apartir dos 50 anos. O diagnóstico precoce é fundamental para um tratamento bem sucedido.

O câncer de próstata é o câncer mais freqüente do homem, representando mais de 40% dos tumores que atingem os homens acima de 50 anos. A incidência varia de acordo com o país e com a raça, sendo mais freqüente nos Estados Unidos. No Brasil, o INCA estima mais de 50.000 novos por ano. Isso quer dizer que um em cada seis homens no Brasil terão câncer de próstata. Para o diagnóstico, o exame de toque é imprescindível, já que de 10 a 20% dos casos não são apontados pelo exame de PSA.

A causa ainda não é conhecida. A maioria dos tumores iniciais da próstata é silencioso e o diagnóstico precoce é realizado através de exames de sangue periódicos, como o PSA- antígeno prostático específico – e do toque retal da próstata. Estes exames são complementares e um não substitui o outro. A recomendação, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, é que os homens com idade acima de 40 anos e com história familiar de câncer de próstata, e acima de 45 anos, mesmo sem história familiar, façam os exames periódicos (1 vez por ano) para a detecção precoce do câncer de próstata.

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) ocorre em cerca de 60% dos homens acima de 60 anos e é caracterizada pelo crescimento exagerado de uma das regiões da próstata. Por se localizar logo abaixo da bexiga e envolver a uretra o crescimento da próstata pode comprimir a via urinária, diminuindo o seu calibre e dificultando ou impedindo a passagem da urina. A urina estagnada favorece o aparecimento de infecções e cálculos renais. A HPB pode levar a um aumento importante do tamanho da próstata e obstruir totalmente a urina.

As causas da HPB ainda são desconhecidas.  Fatores simultâneos como idade avançada, história familiar, presença de testículos funcionantes e alterações genéticas.

 Não existem motivos para os homens darem às costas para os problemas masculinos. A falta de ajuda médica pode prejudicar não só a própria saúde do homem, mas as pessoas com quem convivem no dia-a-dia. Procure sempre um urologista.

Fonte: Fernando Martins Rodrigues