Nutricionista - IUN - Instituto de Urologia e Nefrologia

17 4009-9191
Rua Voluntários de São Paulo, 3826
São José do Rio Preto / SP

Diálise

Nutricionista

Alimentação para pessoas com doença renal crônica

Buscar uma alimentação equilibrada é muito importante para a manutenção da saúde de qualquer pessoa.  A rotina alimentar deve ser composta por alimentos variados e em quantidade suficiente para fornecer ao organismo todos os nutrientes necessários afim de manter um bom desempenho de todas as suas funções básicas.

Na insuficiência renal crônica, os “restos” e excessos da alimentação acumulam-se no sangue.  Estes “restos” são a uréia, o potássio, o sódio, o fósforo, os líquidos entre outras substâncias, que podem gerar outros tipos de doenças.

A alimentação das pessoas em tratamento dialítico deve ser baseada em algumas recomendações, com o propósito de garantir uma adequada ingestão de nutrientes que poderão contribuir na manutenção da qualidade de vida.

 

Atribuições da nutricionista na unidade de diálise

• Estabelecer padrões para o manejo nutricional de pacientes renais (insuficiência renal crônica, incluindo tratamento conservador, dialítico, transplante e demais nefropatias que necessitam de cuidados nutricionais)

• Realizar atendimento e orientação nutricional durante a sessão de hemodiálise e/ou atendimento no consultório

• Avaliar o estado nutricional de pacientes renais: levantamento de dados antropométricos, clínicos e laboratoriais através de protocolo e anamnese nutricional

• Desenvolver, implementar e avaliar planos de cuidados nutricionais através do cálculo das dietas, segundo a doença de base, co-morbidades (doenças associadas) e condições sócio-econômica e cultural

• Acompanhar a aceitação da dieta, cruzando os dados obtidos com a evolução clínica dos pacientes

• Promover de educação continuada através de aulas e distribuição de folhetos sobre nutrição e IRC ao pacientes e familiares, de acordo com programação

• Avaliar e recomendar novos produtos (suplemento alimentar) nutricionais para o paciente renal

• Comunicar as informações nutricionais  dos pacientes à equipe de nefrologia, e mantê-las em local de fácil acesso a todos os membros (enfermeiras, assistente social, psicóloga, medico etc..)

 

Fabiana Olivia de Mauro
CRN: 35.478